Aprendiz de longboard

1 Comment

Sempre achei fascinante a prática de skateboarding, seja a fazer truques com o skate ou apenas a fazer skate cruising com um longboard.

Admiro imenso quem pratica este desporto, porque além de ser super interessante, é motivador, porque é com as quedas e as tentativas falhadas que se aprende a melhorar a técnica. A queda ensina que não devemos desistir, mas sim continuar a tentar e isto reflete muito na vida, não podemos desistir logo no primeiro obstáculo.

A única coisa que me arrependo, é de não ter aprendido mais cedo, neste caso mais nova, porque só foi agora aos 35 anos é que decidi deixar o medo de lado e desafiar-me a aprender a andar de longboard.

E porquê um longboard?

Não tenho muito interesse em fazer truques como se faz com o skate. Gosto mais de fazer skate cruising então optei pelo longboard.

Onde comprei o longboard?

Na melhor loja de desporto – Decathlon – aconselharam-me o modelo “Longboard Fish Classic Surf” porque era a prancha mais adequada para iniciantes e também por ter mais estabilidade e confortável para fazer “skate cruising”. Não é para gabar, mas a minha prancha é bem gira!

Se quiserem saber mais informações sobre esta prancha, clicam >aqui<

Sobre as protecções:

De seguida, aconselharam-me em usar protecções. Porque afinal de contas, é um desporto perigoso, porque não há travões e as quedas são bem prováveis. Então comprei um kit de protecções: para os joelhos, cotovelos e palmas das mãos.
Ainda bem que comprei as protecções, porque sinto-me bastante segura quando as uso, acho sem elas, não teria tanta confiança em andar.

Para saber mais sobre este kit, cliquem >aqui<.

Sobre as sapatilhas:

Por último e por capricho meu, comprei umas sapatilhas para andar de longboard. Escolhi umas sapatilhas todas pretas, assim combina com vários outfits. É uma sapatilha bem discreta e confortável.
Um verdadeiro skater tem que ter sapatilhas adequadas.

Gostaram das sapatilhas? Podem saber mais informações sobre elas >aqui<

Sobre a minha primeira vez de longboard:

Aprendi com vídeos no youtube, e aos poucos, ia me pondo em cima da prancha, para tentar perder o medo.
Mas quando andei pela primeira vez, tive que registar o momento, podem ver aqui.
Posso só dizer que foi uma sensação incrível!
Foi de uma adrenalina inexplicável, mas ao mesmo tempo, de muito medo!
Acho que nunca vou perder aquele medo, mas a vontade é tanta, que acabo por me deixar ir.
E o lema do skate é essa mesma, deixa-te ir…

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

.

1 Comments

Leave a Comment

error: Conteúdo protegido!
%d bloggers like this: