Como é uma vida a dois? Ela é vegetariana, ele não.

0 Comment

Em primeiro lugar, uma vida a dois não é fácil. Cada um tem a sua rotina, hábitos e manias. Contudo, o estilo de vida de um deles, não deve ser visto como um obstáculo na relação.

No momento em que fomos viver juntos, apenas tornei vegetariana um ano depois, portanto tive um ano para habituar à ideia de viver junto e como poderia ser o futuro das nossas rotinas.

“Como é que organizas as refeições lá em casa, como é que lidas com esta situação de seres vegetariana e ele não?”

Certamente se houver respeito e comunicação, tudo se resolve.
Da mesma forma que ele respeita a minha escolha e eu respeito a dele.

Normalmente, eu cozinho a minha comida e a dele ou vice versa.
Provavelmente a única coisa que custa cozinhar, são os bifes, porque o cheiro enjoa-me.

Surpreendentemente, quando a minha comida tem bom aspecto ou cheira bem, ele vem e prova. As vezes rende-se outras vezes nem por isso. A nossa despensa e frigorífico está dividido com minhas coisas e as dele.

Inesperadamente, ele comecou a gostar de muita coisa vegetariana:
As alheiras Agramonte
As coxinhas de jaca e as bolas de berlim da @cravoecanelapastelaria
Os rissois bolonhesa de soja e a tarte de noz  @the.vegan.cake
Os cannellonis com soja da mãe dele (ela faz sempre este prato no Natal para mim) – ele tem preferência pelo de soja do que de carne!!
Os hambúrgueres de feijão preto, bolonhesa de seitan, “nuggets” do pingo doce, Rebel whopper, migas de broa e salsichas de soja e tofu.

Possivelmente, ele irá se render ao vegetarianismo mais cedo do que ele imagina, visto que já confessou que a versão vegetariana é muito melhor.

Se gostam este tipo de artigos sobre o vegetarianismo, pode também ler este artigo.

0 Comments

Leave a Comment

error: Conteúdo protegido!
%d bloggers like this: