Será que gostamos mesmo de animais?

1 Comment

Será que alguma vez, parou-se para pensar, que a forma que estamos a tratar os animais, é da maneira mais correcta?

Alguma vez pararam para reflectir nestas três perguntas?

Porque gostamos de cães?
Comemos porcos?
E vestimos vacas?

Possivelmente podemos achar que inconscientemente, isto tudo é errado. Amar um cão e comer um porco. E quem diz que ponto isto é considerado normal?

Se pensamos bem sobre este assunto, nada neste contexto é normal. Tendo em conta que TODOS os animais sentem amor, brincam e choram quando estão com dores.

Faz algum sentido, maltratar um animal para o nosso bem estar?

Não! Não faz. Explorar animais para o nosso bem estar: seja para comer, diversão, roupas ou cosméticos.

Por exemplo, desde que tornei vegetariana, comecei a ter mais compaixão pelos animais e a ver-los com outros olhos. Não consigo aceitar apagar pelos maus tratos de um animal, só para o meu bem estar.

Gostava de saber porquê que a sociedade não mostra a realidade por de trás dos mataduros? Porquê não mostrar às crianças que aquele hamburger veio de um animal?

Antes de mais, ler este livro da Melanie Joy, foi de facto um acordar para a realidade! Admiro a forma como a escritora expôs a verdade nua e crua, sem rodeios e ainda desmistifica muitos temas controversos.

Ler para crer!

Parece impossível a quantidade de verdades que li neste livro, nem estava a acreditar que era mesmo verdade.

Da mesma forma, não recomendo este livro a pessoas sensíveis, porque a realidade é tão cruel que dá vomitos.

NÃO HÁ FORMA HUMANA DE MATAR

Além disso, durante a minha leitura, tive que fazer várias paragens para respirar fundo e perceber que NÃO HÁ FORMA HUMANA DE MATAR – existe imensos testemunhos de trabalhadores de matadouros, e ler sobre a maneira como tratam os animais, deu-me arrepios!!

De repente penso que não vivo no mesmo mundo que estas pessoas, como é que é possível haver humanos tão cruéis?? 💔
É aterrorizador imaginar o sofrimento de um animal desde da nascença até a sua morte.

Por exemplo, aconselho a leitura deste livro para quem estiver a iniciar um estilo de vida vegetariana / vegan ou para quem gostava de entender melhor o porquê a sociedade encobrir certas coisas.

Há um excerto do livro que deixou me a pensar e que faz todo sentido. ” (…) estás aqui porque sabes qualquer coisa. Não consegues explicar o que sabes, mas consegues senti-lo. Sentiste a tua vida inteira que há algo de errado com o mundo (…) prepara-se para pôr um pé de fora da Matriz carnista e reconquistar a empatia que o sistema tanto se empenhou em esconder de si.”

Com toda certeza, que tornar vegetariana, foi uma das melhores decisões da minha vida 💛 Mais amor, por favor!

Gostam de livros sobre o vegetarianismo, então podem ler este post.

1 Comments

Leave a Comment

error: Conteúdo protegido!
%d bloggers like this: